Confira 6 dicas sobre o que observar na hora de escolher uma escola para o seu filho

Postado em 3 de janeiro de 2018 • Notícias




A cada recomeço de período letivo há a movimentação de matrículas e muita pesquisa de pais e alunos para decidir onde investir seu rumo educacional. Mas, em meio a tantas opções, o que observar na hora de escolher uma escola para o seu filho? Muitos são os aspectos a serem considerados como a estrutura, a qualidade respaldada do ensino e corpo docente, as atividades complementares oferecidas, como esporte e eventos que enriqueçam o repertório cultural, bem como, levar em consideração a localização do colégio, para que esteja favorável à sua rotina. Confira estas seis dicas:

1 – Método de ensino
Em primeiro lugar, busque conhecer os métodos de ensino utilizados nas instituições de sua cidade e quais se identificam com a sua visão sobre a educação. Além das escolas de método tradicional, onde o professor é o principal transmissor o conhecimento, há também opções construtivistas, montessorianas e Waldorf. Todos os tipos de ensino são eficazes e devem ser escolhidos de acordo com a familiaridade e a questão da identificação de cada família. Também é importante visar, futuramente, a inserção do estudante em universidades, buscando priorizar colégios que dão a base de ensino e o suporte para este resultado.

2 – Estilo de vida
Na hora de escolher uma escola, procure combinar o seu estilo de vida com o estilo da escola, em diversos aspectos. Há opções religiosas, militares, escolas que priorizam e investem mais em práticas esportivas ou tecnológicas. Se você segue alguma religião, por exemplo, e deseja que os seus filhos aprendam também na escola um pouco sobre os princípios bíblicos, a opção por uma escola religiosa deverá ser considerada.  

3 – Atenção ao inglês
Saber o idioma já deixou de ser um diferencial faz tempo e hoje em dia, sobretudo no mercado de trabalho, é essencial. Por isso, quando for escolher o colégio do seu filho, apure o nível de atenção que a instituição dá à língua inglesa. Diferenciais como oferecer ensino bilíngue e/ou opção de cursar o High School (ensino médio americano) simultâneo ao ensino médio brasileiro, pode ser um divisor de águas na hora de bater o martelo. Em Aracaju, o Colégio do Salvador é uma das instituições que mais investem neste segmento. 

4 – Estrutura física
É importante que a criança ou o adolescente frequente um ambiente adequado, que possua estrutura física para recebê-lo com conforto, com espaço, locais apropriados para o aprendizado, para o lazer e para a prática de esportes. Às vezes, uma escola pode ter um bom ensino e profissionais capacitados, mas oferece ao aluno um ambiente apertado, escuro e de pouca motivação ao aprendizado. Visite pessoalmente as opções que deseja e conheça todos os espaços que julgar importantes.

5 – Atividades complementares
Além das aulas comuns, das disciplinas obrigatórias, há colégios que inserem na grade de ensino outras disciplinas complementares, mas que são tão importantes quanto as obrigatórias, como o ensino de ética, cidadania, libras, robótica, por exemplo. Também é importante observar se a instituição promove atividades externas de conhecimento, como passeios e viagens, importantes para o aprendizado in loco do aluno. Anualmente, diversos colégios, como o Colégio do Salvador, promovem visitas à importantes locais, como o Sítio do Carroção, o maior resort pedagógico do país.

6 – Leve a criança
Por fim, se a escolha já foi feita pelos pais de alunos, a última dica é que a criança visite também o colégio. Levá-la para conhecer o ambiente que irá frequentar por, pelo menos, o ano seguinte, é um passo importante. Embora a escolha pelo colégio onde o aluno (a) vai estudar seja responsabilidade dos pais, é recomendado deixar os filhos amados se envolverem nessa jornada.

Rematrícula / Segunda Via do Boleto